Está de viagem marcada para Maceió e deseja conhecer atrações além das praias? Conheça as melhores rotas culturais em Alagoas e viva a história do nosso estado!

O Estado do Alagoas é conhecido por suas inúmeras praias e belezas naturais. Inclusive, é um dos destinos preferidos dos brasileiros e estrangeiros!

Para você ter uma ideia, a região registrou um aumento no número de turistas pelo 4.º ano consecutivo. Somente em 2017, foram mais de 2,5 milhões de pessoas, legal, né?

Porém, além da natureza exuberante, que já é conhecida, existem também as rotas culturais em Alagoas, as quais não podem ficar de fora do roteiro dos viajantes.

Quer algumas dicas de pontos turísticos e lazer para conhecer além das praias? Então acompanhe o nosso post!

Rotas culturais em Alagoas: o que a região tem a oferecer?

Tanto a capital do Alagoas, Maceió, quanto as cidades vizinhas, possuem rotas culturais riquíssimas e bem preservadas.

É possível realizar viagens de longa duração para o Estado e aproveitar todos os dias com programações diferentes. Veja a seguir algumas delas:

Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore

O Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore, uma homenagem ao professor e folclorista de mesmo nome, foi fundado em 1975 e instalado provisoriamente no Campus Tamandaré, situado no Pontal da Barra.

Em 1997 as obras foram transferidas para a sede própria, no centro de Maceió. No local, estão à disposição dos visitantes fitas e discos com gravações de músicas regionais, quadros, esculturas de cerâmica, artesanato e criações que fazem parte das festas populares do Alagoas.

Além disso, há uma sessão com filmes super 8 mm e 16 mm sobre manifestações folclóricas.

No museu também é possível encontrar um auditório para convenções, loja de artesanato com mais de 300 obras de artistas alagoanos e um museu café, contendo diversos quitutes da culinária regional.

Museu de Comércio de Alagoas

Inaugurado em 1928, o Museu do Comércio de Alagoas (MUCOM) está instalado no Palácio do Comércio de Maceió. O local traz a história da Associação Comercial de Maceió, representada por um rico acervo de objetos, móveis, utensílios e uma iconografia com ótima resolução.

Além disso, há uma coleção de moedas que elucida a mudança do primeiro padrão monetário e a história do bairro do Jaraguá, com seus casarios, lojas e porto.

Esse local, que está entre as rotas culturais em Alagoas, é um destino obrigatório para quem quer pesquisar e entender desde a formação das Juntas de Comércio, na época de Dom João VI, até os descobrimentos, viagens, comércios de especiarias, estatísticas de movimentação e navios negreiros que chegavam ao porto.

Teatro Deodoro

O Teatro Deodoro, localizado na Praça Marechal Deodoro, no centro de Maceió, precisou de cinco anos para ser totalmente finalizado. Inaugurado em 1905, o local contém 690 assentos e é composto por uma sala de espetáculos em estilo neoclássico, camarote, poltrona e fosso para orquestra, o qual inclusive é móvel.

O teto, com detalhes feitos em bronze, contém um belíssimo lustre. No saguão do Teatro Deodoro, parada obrigatória entre as Rotas Culturais em Alagoas, são realizadas exposições culturais e, ao lado, coquetéis e shows.

Centro histórico

Não há como citar rotas culturais em Alagoas sem falar em seu centro histórico. Isso porque ele é um dos mais preservados e ricos do Brasil. O centro de Maceió mistura os estilos barroco, português, gótico e neoclássico em um mesmo espaço.

Os prédios, que foram todos restaurados, abrigam casas do povo alagoano, museus, casas de cultura e comércio em geral. Alguns destaques são o Museu de Arte Sacra Pierre Chalita, que contém quadros da renomada pintora brasileira, Tarsila do Amaral, a Catedral Metropolitana de Maceió e as igrejas Nossa Senhora do Livramento e Bom Jesus dos Martírios.

Além disso, há o Mercado do Artesanato, que oferece aos turistas 250 lojas de produtos típicos do Nordeste, como sandálias de couro, cerâmicas, bordados, esculturas de palitos de fósforo e bolsas de palha. É uma região riquíssima em cultura, para “ninguém botar defeito”.

Quilombo dos Palmares

O Quilombo dos Palmares, localizado a 80 km de Maceió, foi o maior espaço de resistência de escravos durante mais de um século do período colonial.

Recentemente, a região que acolhia o núcleo do Quilombo, a Serra da Barriga, foi reconhecida como Patrimônio Cultural do Mercosul.

Na região, que certamente deve fazer parte das Rotas Culturais em Alagoas, os visitantes podem conhecer o Parque Memorial do Quilombo dos Palmares, que se trata de uma maquete em tamanho real, que recria o ambiente da República dos Palmares, com elementos significativos.

Entre eles estão a Casa da Farinha, o Terreiro das Ervas, a Casa do Campo Santo e o Muxima de Palmares.

Alguns desses ambientes, contém pontos com áudios de músicas e textos, os quais contam sobre o modo de vida da cultura negra e quilombola.

Além disso, há até mesmo ocas indígenas, pois, muito antes da chegada dos negros havia índios vivendo na região.

Esperamos que as nossas dicas de rotas culturais em Alagoas façam a sua viagem ser repleta de ótimas programações, que vai além das belíssimas praias da região.

Acha que esse conteúdo também pode ser interessante para os seus amigos? Então compartilhe em suas redes sociais!

 

Facebook Comments

Postagens relacionadas

logo tripadivor

"Hotel aconchegante. Quarto ótimo, espaçoso, tudo novo e arrumado, Café da manha com muita variedade, tapioca perfeita. Hotel dispõe de guarda-sol e serviço na praia. Foi uma estadia impecável. Muitas opções ao redor e lanches a noite."

darliene oliveira

  • 5
de 692 incríveis avaliações