Na Feira das Rendeiras, você encontra diversas peças de artesanato, produzidas pelas mãos das artesãs alagoanas. O “Bairro das Rendeiras”, como é conhecido o Pontal da Barra, fica ao sul do Centro de Maceió.

Rendas, bordados, toalhas de mesa, roupa de cama e mesa, cortinas, vestidos. A Feira das Rendeiras concentra dezenas de lojas de artesanato dos mais variados preços e estilos. Destaque para o multicolorido bordado de “filé”, rendado tipicamente alagoano que se transforma em verdadeira obra de arte, muito usado em toalhas de mesa. Além disso, há também artesanato local de bonecos de barro e comidas típicas.

Quer saber tudo sobre esse mundo do artesanato alagoano? Então continue a leitura!

Feira das Rendeiras: parada obrigatória em Maceió

Feira das rendeiras - Rendas

As rendas fazem parte da tradição e história de Alagoas.

Muito conhecida no Brasil e no exterior, a Feira das Rendeiras é indispensável nos roteiros de turismo da região. Mais de 212 mil pessoas passaram pelo Aeroporto Zumbi dos Palmares apenas em julho, de acordo com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur).

O Bairro das Rendeiras é simples, mas a variedade e a quantidade de lojas é grande. Para chegar até lá, não tem mistério, basta seguir pela Avenida Dr. Antonio Gouveia, na direção o sul, por cerca de 8 km. O acesso ao bairro fica localizado depois do prédio do Corpo de Bombeiros. Mas há uma placa indicando a entrada.

Você pode ir de carro, táxi ou simplesmente pegar o ônibus urbano “Pontal”, que passa na região hoteleira da Ponta Verde, Pajuçara e Jatiúca. Fora que você também pode perguntar a qualquer morador de Maceió, pois ele vai te indicar o melhor caminho facilmente. Afinal, “quem tem boca vai a Roma”, não é verdade?!

Muito além do artesanato

Feira das Rendeiras - Lagoa Mundau

Pôr do sol na Lagoa do Mundau.

A oferta de artesanato é imensa, mas o que o centenário bairro oferece não para por aí. Você pode desfrutar da beleza da Lagoa Mundaú ao encontrar-se com o mar, próximo a Ponte Divaldo Suruagy. É possível  subir a ponte andando para tirar foto lá de cima. Vale a pena a caminhada. O lugar tem um pôr do sol da famoso na cidade.

A gastronomia também não deixa a desejar. Sururu, peixada, agulhinhas são algumas das delícias que os restaurantes do bairro da Feira de Rendeiras proporciona. O cenário é perfeito. Você confere todos os artigos de artesanato, aprecia a belíssima vista da lagoa e ainda prova um cardápio de comidas típicas alagoanas super saboroso. 

Curiosidades

Na década de 80, o cantor Martinho da Vila compôs o samba “Só em Maceió”.  Além de descrever as belezas de Maceió na letra, o compositor destaca o bairro do Pontal e, nos primeiros versos, fala ““Teka, rendeira; Eliane, praiera / Vamos pra Paripueira / Vai ter sururu,  vai ter sururu / E o Maré fica na beira da Lagoa de Mundau…”

Agora você deve está se perguntando, “mas quem é Teka”? A artesã é uma das rendeiras mais famosas do lugar, vende “filé” para vários estados do Brasil e até para o exterior.

De acordo com Martinho da Vila, quando foi ao Pontal da Barra conhecer a Feira das Rendeiras, foi muito bem recebido por Teka, que o mostrou os belos lugares e o restaurante à beira da lagoa, o Maré. Como o LP Sentimentos reunia histórias que o tocavam, o cantor incluiu essa experiência em Maceió no disco.

Consequentemente os dois viraram amigos e a rendeira sempre recebe a visita do cantor quando vem a Maceió e a amizade se estendeu à família.

Gostaram do post de hoje? Aproveita para compartilhar com os amigos e, claro, não deixe de visitar a Feira das Rendeiras quando estiver visitando a capital alagoana.

 

Facebook Comments

Postagens relacionadas

[instagram-feed]
logo tripadivor

"Hotel aconchegante. Quarto ótimo, espaçoso, tudo novo e arrumado, Café da manha com muita variedade, tapioca perfeita. Hotel dispõe de guarda-sol e serviço na praia. Foi uma estadia impecável. Muitas opções ao redor e lanches a noite."

darliene oliveira

  • 5
de 692 incríveis avaliações